Alunos aprendem sobre compostagem e energia sustentável

 
A 12ª edição do Desafio de Redação está a todo vapor. Ontem foi a vez de jovens de oito escolas estaduais de Diadema escreverem sobre sustentabilidade, entre elas a EE Anecondes Alves Ferreira, no Serraria. Na instituição de ensino, os estudantes aprendem sobre compostagem de alimentos e produção de energia renovável, projetos que casam com o tema do evento literário deste ano Uma Atitude Sustentável Pode Mudar o Mundo.
 
“Além de ser um estímulo à leitura e escrita, o Desafio ajuda nas propostas para a educação dos nossos alunos. Vai de encontro com os projetos que temos aqui também”, contou o coordenador pedagógico Gil Rodrigo Ribeiro, que está na função há quatro anos.
 
Segundo o coordenador, alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e do 2º ano do Ensino Médio foram escolhidos para trabalhar com a compostagem de alimentos, que nada mais é do que a reciclagem de cascas e restos de frutas, verduras, e borra de café. A ação ajuda a diminuir a quantidade de lixo na unidade e cria adubo para as plantas.
 
Já os alunos do 3º ano trabalham em projeto piloto de produção de energia sustentável por meio de batatas. Após ser cozido, o tubérculo recebe placas metálicas. “Pelo que eu vi está dando certo”, contou Ribeiro.
 
As estudantes do 9° ano, Manuela Sílvia Almeida e Sabrina Pereira, ambas com 14 anos, acharam o tema da redação fácil. “É até um pouco clichê, mas continua sendo importante discutir”, disse Sabrina. Já Manuela, acredita que respeitar e preservar a natureza, são assuntos que devem ser tratados mais vezes. “Aqui a gente joga o lixo todo misturado, não ligamos muito para separação. Se discutíssemos mais, poderíamos pensar em alternativas sustentáveis para a escola e para as nossas casas”, disse.
 

O concurso literário é uma parceria entre o Diário e a USCS (Universidade Municipal de São Caetano), patrocinado pelo Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano) e apoiado pela rede de academias Smart Fit.